Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/489
Título: Repositório de Objetos Digitais e a Práxis Pedagógica Bilíngue na Educação de Surdos
Autor(es): Silva, Gabriel O.
Janoario, Ricardo de S.
Chalhub, Tania
Palavras-chave: Práxis pedagógica bilíngue;Repositório de objetos digitais;Educação de Surdos;Bilinguismo
Data do documento: 20-Set-2017
Editor: INES
Citação: SILVA, G. O. da; JANOARIO, R. S.; CHALHUB, T. Repositório de Objetos Digitais e a Práxis Pedagógica Bilíngue na Educação de Surdos. In: Encontro de Professores Bilíngues de Surdos, 1., 2017, Niterói: UFF, 2017.
Resumo: A educação é uma das áreas que tem se beneficiado com as conquistas tecnológicas, uma vez que as tecnologias potencializaram as práticas pedagógicas com processos mais interativos, dinâmicos, tendo sua utilização maximizada pelo acesso livre. Uma das principais contribuições das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na educação é um novo tipo de material educacional para apoiar a prática pedagógica: os objetos de aprendizagem (OA), também conhecidos como objetos educacionais, objetos de conhecimento (SILVA; CAFÉ; CATAPAN, 2010). A pedagogia visual, característica da educação de surdos utiliza diferentes objetos de aprendizagem que tem como principal característica a visualidade que, por meio de recursos, técnicas, tornam as informações imagéticas o canal preferencial a começar pela língua de sinais, a Libras (CAMPELLO, 2008). É papel da escola, dos professores e dos alunos refletir sobre as práticas atuais de ensino que também envolvem novas formas de acesso aos objetos digitais de aprendizagem a alunos surdos. A presente pesquisa tem como objetivo analisar a reestruturação das práticas pedagógicas de professores que atuam na educação bilíngue de surdos frente à utilização de recursos digitais. Seguimos a linha de que o ato pedagógico é compreendido como práxis, em que teoria e prática se unem na ação ativa e libertadora, sempre mediada pelo diálogo. Conversando, também, com as atuais reflexões que visam compreender o bilinguismo, como uma construção intercultural, que permeiam diferentes contextos sociais (QUADROS, 2005). Para Freire, a prática pedagógica dos professores exige reflexão e compreensão do fazer pedagógico crítico e autônomo, visando à formação continuada (FREIRE, 1979, 1980, 1988, 1996, 2003; GADOTTI, 1998). A pesquisa está em andamento, utilizando o Estado da Arte, para quantificar e analisar as publicações de teses e dissertações nas Universidades e Institutos Federais e o questionário eletrônico aplicado aos professores do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), aprofundando, assim, as reflexões acerca da Práxis Pedagógica Bilíngue e a sua relação com as TICs e os OAs. Espera-se com a presente pesquisa contribuir para o aperfeiçoamento do uso da tecnologia na Educação Bilíngue para surdos e ampliar o acesso, ao saber empírico, que nasce a partir da ação reflexiva (práxis) diária de profissionais dos mais diversos contextos de educação de surdos no Brasil.
Descrição: Pôster com dados de pesquisa realizada com bolsa de Iniciação Científica do INES (PIC-INES), apresentado no 1º Encontro de Professores Bilíngues de Surdos, realizado em Niterói/ RJ, pela Universidade Federal Fluminense.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/489
Público Alvo: Ensino Superior
Aparece nas coleções:Ciências Humanas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Poster RepositorioPROBIS_2017.pdf493.86 kBAdobe PDFDownload/Abrir


A Pré-Visualização do Objeto Dependerá da Velocidade de Sua Internet. Dê preferência ao navegador Mozilla Firefox



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons