Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/130
Título: Redes Sociais: aspecto motivador e sua contribuição para o ensino da Língua Portuguesa aos alunos surdos
Autor(es): Santos, Saene Cristina Gomes dos
Andrade, Jéssica do Carmo Alves de
Palavras-chave: Redes Sociais;Alunos Surdos
Data do documento: Set-2012
Editor: INES
Citação: SANTOS, S. C. G. dos; ANDRADE, J. do C. A. de. Redes Sociais: aspecto motivador e sua contribuição para o ensino da Língua Portuguesa aos alunos surdos. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DO INES, 11. SEMINÁRIO NACIONAL DO INES, 17, 2012, Rio de Janeiro. Anais … Rio de Janeiro: INES, 2012. p. 215.
Resumo: A motivação é um fator relevante no aprendizado, pois ela faz com que o aluno esteja mais pré-disposto a estudar e aprender. Nos últimos anos, as Redes Sociais tem causado um impacto significativo no comportamento das pessoas, inclusive nos alunos de escolas públicas. Ao lecionar para uma classe especial de Deficientes Auditivos da rede de ensino de Nova Iguaçu, foi implantada na U.E o projeto Prolnfo. Uma sala equipada com computadores em rede com acesso a internet e uma professora foi capacitada para atuar com softwares educativos. Durante o primeiro semestre, os alunos realizavam atividades programadas com jogos matemáticos e editores de texto. O resultado foi positivo, visto que eles captaram melhor o sentido das operações matemáticas. Porém, ao permitirmos que criassem um e-mail pessoal e uma conta numa rede social, o interesse pelo aprendizado da Língua Portuguesa aumentou consideravelmente, influenciando inclusive no desempenho relativo às outras disciplinas especialmente Língua Portuguesa. Os alunos podiam trocar recados entre si, com familiares e com outros surdos da comunidade. A partir desse interesse pela comunicação na forma escrita, readaptamos os conteúdos da Língua Portuguesa passando a explorá-lo também de acordo com o interesse dos alunos que passaram a dedicar-se ao aprendizado por blocos temáticos, por exemplo, saudações, convites (“vamos sair”, “quer sair”, “não posso ir”) e assim por diante. Concluímos que as redes sociais contribuíram significativamente para o ensino e aprendizado da língua escrita, pois despertou o interesse dos alunos. Outro fator é que através das Redes Sociais eles puderam espelhar-se em outros alunos surdos e compartilhar conhecimento de maneira prática e interativa. Mas a prática pedagógica só foi aperfeiçoada por levar em consideração as modificações que eram necessárias no planejamento de ensino.
Descrição: Trabalho apresentado no Congresso do INES. Texto de uma página com resumo de Comunicação sobre o uso de jogos matemáticos, editores de texto e rede social para ensino das operações matemáticas e Língua Portuguesa.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/130
Público Alvo: Ensino Superior
Formação Continuada
Aparece nas coleções:Ciências Humanas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Santos, Andrade, 2012.pdf144.26 kBAdobe PDFDownload/Abrir


A Pré-Visualização do Objeto Dependerá da Velocidade de Sua Internet. Dê preferência ao navegador Mozilla Firefox



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons